Carta do Rio do Janeiro

/ maio 15, 2015/ VIII CBESP/ 0 comments

O VIII Congresso Brasileiro da Educação Superior Particular – “Brasil: Realidade e Tendências para a Educação Superior”, promovido pelo Fórum das Entidades Representativas do Ensino Superior Particular, foi realizado nos dias 14 e 15 de maio de 2015, na cidade do Rio de Janeiro/RJ. O evento consubstanciou-se em um importante momento de análises, discussões e conclusões sobre a realidade e as expectativas do país, especialmente na área de educação superior.

Ao término deste Congresso, ficou evidenciado que o setor de ensino superior particular vai continuar, com vigor, seu caminho de contribuir para o engrandecimento de nosso país e de apoiá-lo na sua trajetória de consolidação da cidadania com justiça e igualdade social. Foi nesta direção e neste ambiente de preocupação com o futuro da nação que os participantes decidiram expressar os pontos e comprometimentos que se seguem, nesta Carta do Rio
de Janeiro:

  • diligenciar junto às autoridades competentes do Governo Federal (MEC, Ministérios da Fazenda, do Planejamento e da Justiça) para que o FIES retome sua trajetória de apoio aos estudantes tendo em vista o alcance das metas do Plano Nacional de Educação (PNE) e a inclusão social;
  • articular para que o segmento particular de ensino superior seja um ator efetivo nas medidas de natureza pública dedicadas à educação, sendo ouvido em suas proposições e com voz nas decisões a serem tomadas;
  • buscar harmonia no relacionamento com as entidades públicas encarregadas da legislação, regulação e avaliação do ensino superior com reciprocidade de tratamento;
  • promover um ambiente de apoio e de integração entre as entidades e as instituições de ensino superior particular na busca de eficiência e cooperação entre todos, tendo como foco o aluno e a educação de qualidade;
  • estimular mediante atividades apropriadas o surgimento de novos líderes que contribuam para o aperfeiçoamento do processo de gestão acadêmica e empresarial no ensino superior particular, expandindo sua atuação no exercício da representatividade do setor;
  • disseminar por meio de eventos e outras práticas a utilização de tecnologia de ensino e aprendizagem para aperfeiçoar a formação educacional e redundar em melhoria da qualidade;
  • incentivar a prática do empreendedorismo nas instituições de ensino superior e a criatividade na solução de problemas e o desenvolvimento de empresas inovadoras de natureza tecnológica (startups);
  • valorizar o olhar diferenciado em relação aos alunos, respeitando sua natureza, suas expectativas e aspirações, com especial atenção para sua adaptabilidade, contribuindo em sua formação e preparo para enfrentar os desafios do mercado de trabalho.

Para assegurar que estes compromissos tenham êxito, atividades, projetos, estudos e trabalhos serão desenvolvidos junto às instituições de ensino superior e à sociedade em geral por um Fórum cada vez mais integrado, consolidado e fortalecido. Nesse sentido, o comprometimento de todos os seus integrantes, além de mantenedores, reitores, diretores e professores, se torna essencial.

Rio de Janeiro/RJ, 15 de maio de 2015.

__

Altamiro Galindo
Presidente da Anup
Gabriel Mario Rodrigues
Presidente da ABMES
Tiago Rodrigues Pêgas
Presidente do Semesp (em exercício)
José Janguiê Bezerra Diniz
Presidente da Abrafi
Paulo Antonio Gomes Cardim
Presidente da Anaceu
Amábile Pacios
Presidente da Fenep

Deixe um comentário