fbpx

1º DIA (05/06/2024 – QUARTA-FEIRA)

  • 15h00 – Credenciamento

  • 17h00 – Sessão solene de abertura
    • Participação:
      • Dirigentes do Brasil Educação e da Linha Direta
      • Autoridades e convidados especiais

  • 17h50 – Apresentação da temática e da programação do XVI CBESP

  • 18h00 – Talk-show de abertura


Políticas Públicas em Educação e o Papel do Conselho de Desenvolvimento Econômico Social Sustentável

Ementa: Debater as políticas públicas que visam garantir o acesso à educação de qualidade e o papel do Conselho de Desenvolvimento Econômico Social Sustentável (CDESS) no fortalecimento do sistema educacional, com o objetivo promover o diálogo e a cooperação entre os diferentes agentes que atuam em prol do desenvolvimento sustentável. A formulação, o monitoramento e a avaliação das políticas educacionais devem estar baseadas nos insights e nas experiências, com intuito de alcançar a excelência e o aprimoramento da educação no Brasil.

  • 19h00 – Encerramento

2º DIA (06/06/2024 – QUINTA-FEIRA)

  • 09h00 | Painel 1 – Internacionalização no contexto da educação superior


Ementa:
Tratar as estratégias, impactos e desafios das políticas de internacionalização em um mundo interconectado, destacando as políticas capazes de fomentar projetos locais e globais para a produção de conhecimentos, além das parcerias e dos programas de mobilidade estudantil e docente no contexto da cooperação internacional com o compromisso com a excelência acadêmica e o intercâmbio de conhecimentos com intuito de promover a formação de cidadãos globais em escala internacional. 

  • 10h30 | Coffee break

  • 11h00 | Painel 2 – Integração entre a Educação Básica e a Educação Superior como estratégia inovadora


Ementa
: Promover reflexão e diálogo construtivo sobre a interconexão e o fortalecimento entre a Educação Básica e a Educação Superior, reconhecendo a importância de uma transição eficaz para os estudantes ao longo de seu percurso educacional, buscando identificar os desafios e as oportunidades nos dois níveis educacionais, considerando a diversidade de aspectos inerentes ao processo de integração, tendo como pilares a formação de professores e a aprendizagem significativa a partir de políticas públicas inovadoras fundamentadas na qualidade, na diversidade, na inclusão e na sustentabilidade socioambiental.

  • 12h30 | Intervalo

  • 14h30 | Painel 3 – Educação a distância e a democratização da educação


Ementa
: Analisar a educação a distância no contexto da educação superior nacional, apontando os desafios e as oportunidades dessa modalidade no cenário educacional contemporâneo, visando destacar os aspectos relevantes e as vantagens do uso da multiplicidade de modalidades no processo ensino aprendizagem, considerando as condições de oferta como aspecto fundamental na qualidade da formação acadêmica.

  • 15h30 | Painel 4 – Educação Profissional e Tecnológica na promoção do desenvolvimento nacional

Ementa: Abordar a educação profissional no contexto das políticas públicas, considerando a essencialidade desse nível educacional no desenvolvimento nacional, assim como destacar as possibilidades de inserção do cidadão no mundo do trabalho na perspectiva da educação permanente.

  • 16h30 | Coffee break

  • 17h00 | Workshops Simultâneos :

Coordenação-Geral: Iara de Xavier  – Doutora em Saúde Pública. Diretora Executiva da EDUX21. Especialista em Educação Superior. Assessora da Presidência da ABMES. Diretora Técnica da ABRAFI.

Objetivo Geral:
Os quatro workshops estão relacionados com o tema central do evento, visando verticalizar a temática com o propósito de oportunizar o debate de aspectos vinculados às políticas públicas educacionais, privilegiando a abordagem problematizadora com apresentação de cases e propostas inovadoras e criativas no sentido de contribuir com a construção de um Novo Brasil.

Workshop 1 – Tema: Políticas públicas educacionais e as questões ambientais

Ementa: Debater a inserção das questões ambientais e climáticas nas políticas públicas educacionais como essenciais na formação acadêmica de cidadãos éticos e conscientes do desenvolvimento da postura criativa e inovadora, fundamental ao enfrentamento dos problemas deste século, que se caracterizam como multifatoriais e complexos, caracterizando a importância da Educação Verde.

Workshop 2 – Tema: Políticas públicas educacionais e o novo Brasil

Ementa: Refletir sobre os impactos do Plano Nacional de Educação 2014/2024, instituído pela Lei 13.005, de 25 de junho de 2014, com destaque para a política de graduação conduzida pela SESU e pela SERES e o Plano Nacional de Pós-Graduação stricto sensu conduzido pela Capes, com o objetivo de refletir sobre as reais necessidades educacionais de conceber um novo sistema de educação superior que trate das assimetrias regionais e de outras naturezas, possibilitando a integração dos diversos níveis educacionais, valorizando a formação permanente e continuada com qualidade.   

Workshop 3Tema: Políticas públicas educacionais e as modalidades pedagógicas

Ementa: Analisar a utilização da diversidade das modalidades e metodologias criativas e  inovadoras na elaboração de projetos pedagógicos de cursos de graduação, contemplando a conjugação da presencialidade, da virtualidade, do remoto, assumindo o hibridismo como constructo que imprime qualidade na formação acadêmica, considerando as características e as especificidades dos cursos de graduação, tendo as Diretrizes Curriculares Nacionais como base da construção, além do perfil da geração de estudantes, as realidades do mercado de trabalho e da sociedade e o momento histórico, que tem a tecnologia (IA) como ferramenta/meio imprescindível.    

Workshop 4 Tema: Políticas públicas educacionais e o SINAES

Ementa: Analisar a trajetória do SINAES como indutor da qualidade na educação superior, apontando as facilidades e as dificuldades na implementação como Política de Estado versus Política de Governo, assim como abordar a necessidade de construção de indicadores de qualidade coerentes com os novos tempos e realidades nacional e internacional, assim como  tratar a autoavaliação institucional como eixo integrador das demais modalidades avaliativas, com foco na CPA como instância privilegiada de imprimir qualidade institucional.

3º DIA (07/06/2024 – SEXTA-FEIRA)

  • 09h00 | Painel 5 – Políticas Públicas e Educação Empreendedora

Ementa: Abordar a importância das políticas públicas voltadas para a educação empreendedora como crucial para o desenvolvimento econômico e social do país. A educação empreendedora visa fornecer habilidades práticas aos alunos para a criação e gestão de negócios, além de cultivar a resiliência e a capacidade de identificar oportunidades. Portanto, as políticas públicas desempenham um papel fundamental, podendo estabelecer diretrizes, recursos e estruturas para a criação de um ambiente propício para o surgimento e crescimento de novos negócios, impulsionando assim a inovação no ambiente acadêmico e contribuindo para a geração de emprego e do desenvolvimento econômico local, regional e nacional.

  • 10h00 | Painel 6 – Metas para o Novo Plano Nacional de Educação

Ementa: Abordar e debater a importância das metas previstas no Novo Plano Nacional de Educação, com intuito de contribuir para o debate a respeito do aprimoramento do sistema educacional de forma a elevar a qualidade do ensino em todas as etapas da educação, incluindo a formação de professores, a atualização curricular e o uso de práticas pedagógicas inovadoras, garantido a universalização e o acesso de todos os cidadãos brasileiros.

  • 11h00 | Coffee Break

  • 11h30 | Talk-show de Encerramento
    Redes Sociais e a Educação do Futuro: como as IES devem se adaptar à nova Economia da Atenção


Ementa:
Abordar o papel das redes sociais na comunicação, principalmente, na influência da forma de aprendizado. As IES estão diante do desafio de se adaptar a essa nova realidade, sendo imprescindível o ajuste das estratégias educacionais no sentido de aproveitar ao máximo o potencial das redes sociais na educação do futuro. À medida que as redes sociais continuam a moldar o panorama educacional, as IES precisam se adaptar à nova economia de atenção e inovar. Portanto, ao integrar as redes sociais em suas práticas educacionais, poderão criar experiências de aprendizado mais dinâmicas, acessíveis e envolventes.

  • 12h30 | Leitura da Carta de Mogi das Cruzes (16° CBESP)
    • Condução e relatoria:
    • Participação dos dirigentes/representantes e convidados do Brasil Educação:
      • Celso Niskier – Secretário executivo do Fórum e diretor presidente da ABMES
      • Paulo Cesar Chanan – presidente da Associação Brasileira das Mantenedoras das Faculdades (Abrafi)
      • Marcos Fernando Ziemer – Presidente da Associação Brasileira de Instituições Educacionais Evangélicas (ABIEE)
      • Guilherme Valle de Souza – Presidente da Associação das Fundações Educacionais de Ensino Superior do Estado de Minas Gerais (AFEESMIG)
      • César Lunkes – presidente da Associação de Mantenedoras Particulares de Educação Superior de Santa Catarina (Ampesc)
      • Moses Rodrigues – Presidente da Associação dos Mantenedores Independentes Educadores do Ensino Superior (AMIES)
      • Arthur Sperandéo de Macedo – presidente da Associação Nacional dos Centros Universitários (Anaceu)
      • João Batista Gomes de Lima – Diretor Presidente da Associação Nacional de Educação Católica de Brasília (ANEC)
      • Cleunice Matos Rehem – Presidente da Fundação Nacional das Mantenedoras de Instituições de EPT (BRASILTEC)
      • Paulo A. Gomes Cardim – representante da Confederação Nacional dos Estabelecimentos de Ensino (Confenen)
      • Amábile Pácios – vice-presidente da Federação Nacional das Escolas Particulares (Fenep)
      • Custódio Pereira – Presidente do Fórum Nacional das Entidades Filantrópicas (FONIF)
      • Rui Otávio Bernardes de Andrade – presidente do Sindicato das Entidades Mantenedoras de Estabelecimentos de Ensino Superior do Estado do Rio de Janeiro (Semerj)
      • Carlos Joel Pereira – presidente do Sindicato das Entidades Mantenedoras dos Estabelecimentos de Ensino Superior na Bahia (Semesb/Abames)
      • Lúcia Maria Teixeira – presidente do Sindicato das Entidades Mantenedoras de Estabelecimentos de Ensino Superior no Estado de São Paulo (Semesp)
      • Janguiê Diniz – Ex-secretário executivo do Fórum

  • 13h30 | Encerramento das atividades

Iara de Xavier

Diretora executiva da Edux21 Consultoria Educacional. Assessora da Presidência e Membro do Conselho de Administração da Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES). Doutora em Saúde Pública pela Fiocruz. Especialista em Educação Superior. Diretora técnica da Associação Brasileira de Mantenedoras das Faculdades (Abrafi). Professora aposentada da Universidade de Brasília (UnB).

Débora Guerra

Vice-presidente da Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES). CEO da Trivento Educação. Pós-graduada em Gestão Universitária. Atua no ensino superior há 20 anos. Foi reitora do Centro Universitário UNA (MG e GO). Recebeu em 2013 o prêmio de Mulher Influente na Educação no Estado de Minas Gerais e em 2014 o prêmio Milton Santos da Educação Superior.

 

Celso Niskier

Diretor presidente da Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES). Secretário executivo do Fórum das Entidades Representativas do Ensino Superior Particular. Presidente da MetaRedX Brasil. Vice-presidente do Sindicato das Entidades Mantenedoras de Estabelecimentos de Ensino Superior do Rio de Janeiro (Semerj). Doutor em Inteligência Artificial. Fundador e reitor do Centro Universitário UniCarioca. É membro da Academia Brasileira de Educação; do Conselho do Centro de Integração Empresa Escola (CIEE-Rio) e do Conselho Curador da Fundação Padre Anchieta. Foi Conselheiro Estadual de Educação/RJ por 12 anos, onde presidiu a Câmara de Educação Superior.

Marcelo Chucre

Bacharel em Ciência da Computação pela PUC Minas. Pós-graduado em Marketing pela FGV. Fundador e presidente da Linha Direta e presidente da Educar Brasil Tecnologia Educacional. Autor do livro Em Benefício da Educação.

Paulo Chanan

Mestre em Administração. Advogado. Presidente da Associação Brasileira das Mantenedoras das Faculdades (Abrafi). Membro do Conselho de Administração da Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES). Diretor de Regulação e Qualidade e, Procurador Institucional do Grupo Ser Educacional.

César Lunkes

Presidente da Associação de Mantenedoras Particulares de Educação Superior de Santa Catarina (Ampesc). Graduado e mestre em Administração. Atualmente é Superintendente de Ensino da Horus Faculdades. Avaliador de cursos do Inep/Basis. Membro temporário da CTAA. Membro do Conselho de Gestão da Ampesc, desde 2006.

Arthur Sperandéo de Macedo

Presidente da Associação Nacional dos Centros Universitários (Anaceu), diretor geral da Faculdade Futura e diretor de relações institucionais da Somaero. É membro do Conselho da Fundação Santos Dumont e do Conselho de Administração da Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES). É segundo secretário da Associação Nacional das Universidades (Anup), onde atua na gestão de instituições de educação superior (IES) desde 1998.

Paulo A. Gomes Cardim

Vice-presidente do Núcleo de estudos e consultoria da Confederação Nacional dos Estabelecimentos de Ensino (Confenen). Advogado. Reitor do Centro Universitário Belas Artes. Foi secretário executivo do Fórum das Entidades Representativas do Ensino Superior Particular, presidente da Anaceu, vice-presidente da Funadesp e membro do Conselho de Administração da ABMES. Foi presidente do Semesp e é membro nato do Conselho da Presidência. Participante de comissões e grupos de trabalho de grande relevância no Inep e no Ministério da Educação.

Amábile Pacios

Presidente da Câmara de Educação Básica do Conselho Nacional de Educação (CNE). Vice-presidente da Federação Nacional das Escolas Particulares (Fenep) e presidente do Grupo Educacional Dromos, no qual atua como diretora e professora. Graduada em Matemática, mestre em Física e doutora em Gestão na Era do Conhecimento. É professora e autora de livros didáticos de Matemática e Física, além de palestrante e conferencista. Presidiu o Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino Particular do Distrito Federal (Sinep/DF) e foi vice-presidente da Central Brasileira de Empresários do Setor de Serviços..

Rui Otávio Bernardes de Andrade

Vice-presidente executivo do Sindicato das Entidades Mantenedoras de Estabelecimentos de Ensino Superior do Estado do Rio de Janeiro (Semerj). Diretor da Faculdade de Ciências Agro Ambientais (Fagram). Doutor em Engenharia de Produção, mestre em Administração Pública e Governo, master em Business Administration pela University of Wiscosin, possui graduação em Administração de Empresas e em Direito. Ex-presidente do Conselho Federal de Administração (CFA). Foi membro da Comissão Assessora de Avaliação da Área de Administração do Inep/MEC. Consultor ad-hoc do MEC para Avaliações Institucionais e conselheiro do Conselho Consultivo do Programa de Aperfeiçoamento dos Processos de Regulação e Supervisão da Educação Superior (CC-Pares), instituído pelo Ministério da Educação.

Carlos Joel Pereira

Presidente da Associação Baiana de Mantenedoras de Ensino Superior (Semesb/Abames)

Lúcia Maria Teixeira

Presidente do Sindicado das Entidades Mantenedoras de Estabelecimentos de Ensino Superior no Estado de São Paulo (Semesp). Presidente da Universidade Santa Cecília (Unisanta). Mestre e doutora em Psicologia da Educação.