Ministro vem a Pernambuco e fala de mudança na regra do Fies

/ abril 14, 2016/ Clipping, VIII CBESP/ 0 comments

Aloizio Mercadante explicará sistema de redistribuição de vagas. Agora, estudantes poderão ser encaminhados a outras unidades de ensino

O ministro da Educação Aloizio Mercadante estará em Porto de Galinhas, no Litoral Sul do estado, na noite desta quinta-feira (14). Ele fará a abertura do Congresso Brasileiro da Educação Superior Particular (CBESP). Entre as questões abordadas, o ministro deverá explicar mudanças na regra do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Agora, caso não haja vagas do Fies na unidade escolhida, o estudante poderá preencher vaga em outra faculdade pertencente ao mesmo grupo educacional.

A portaria, publicada no dia 30 de março deste ano, autoriza a redistribuição de 115 mil das 250 mil vagas oferecidas no primeiro semestre. Porém é necessário que esses alunos façam parte da própria organização educacional que possuía a vaga originalmente. Por exemplo, caso sobre uma vaga em uma faculdade na Bahia, ela pode ser ocupada por estudantes de Pernambuco, desde que a instituição faça parte do mesmo grupo de ensino.

“O aluno que pode ocupar uma vaga é aquele que participou de todo processo. O aluno que não se inscreveu no programa do Ministério da Educação e não fez a prova do Enem ele está fora do processo. Essa permissão é apenas para os alunos que estão em lista de espera”, explica o diretor executivo do Fórum das Entidades Representativas de Ensino Superior, Sólon Caldas.

O diretor ainda ressalta que o aluno que está nesta lista de espera não precisa fazer nenhum procedimento. “o próprio sistema do Ministério da Educação vai rodar e avisar o aluno da possibilidade de ocupar uma dessas vagas”, completa.

Até então, as vagas remanescentes do processo regular de seleção eram preenchidas somente no curso em que foram ofertadas. Com a nova regra, os alunos que ainda não conseguiram aderir ao Fies neste ano podem acessar o site do Sistema de Inscrição do Ministério da Educação (Sisfies).

Fonte: G1

Deixe um comentário