Os riscos do Fies

/ junho 11, 2018/ Clipping/ 0 comments

O Dia – IG: Modalidade contratada junto a bancos privados, chamada P-Fies, que tinha previsão de 210 mil vagas neste ano, preencheu até agora somente 800

Os estudantes que não conseguem passar para alguma universidade pública e gratuita têm no Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) a saída para ingressar no Ensino Superior. O que deveria ser uma solução, no entanto, pode se transformar numa grande dor de cabeça. O site G1 mostrou que quase metade dos jovens que fizeram crédito, mais precisamente 40% deles, estão com pagamentos atrasados há pelo menos 90 dias.

Talvez por isso, o novo Fies tenha preenchido somente algo em torno de um terço das vagas financiadas pelo governo, 35.866. Como se vê, o estudante que pensa em fazer esse tipo de financiamento deve fazer as contas com muita atenção para evitar criar para si uma dívida que não conseguirá pagar.
A modalidade contratada junto a bancos privados, chamada P-Fies, que tinha previsão de 210 mil vagas neste ano, preencheu até agora somente 800, de acordo com o diretor-executivo da Associação Brasileira de Mantenedoras do Ensino Superior (Abmes), Sólon Caldas.

Segundo Sólon, parte da baixa adesão ao P-Fies se deu por fatores econômicos. Com os altos índices de desemprego, os estudantes não conseguem assumir dívidas, em parte porque as regras e os sistemas ainda estavam sendo adequados para a oferta das vagas.

Os riscos do Fies (2)
O novo Fundo de Financiamento Estudantil foi anunciado no ano passado. O programa passou a ter uma modalidade financiada diretamente pela União, voltada para os estudantes com renda familiar per capita mensal de até três salários mínimos, ou seja R$ 2.862. No total, são ofertadas 100 mil vagas nesta modalidade, das quais foram preenchidas mais de 35.866 no processo seletivo do primeiro semestre. Mais 16.351 vagas estão em contratação, ainda em curso, no âmbito do processo seletivo para vagas remanescentes.

Os riscos do Fies (3)
“O P-Fies precisa ser melhor comunicado, tanto para agentes financeiros, quanto para instituições e para a sociedade. É preciso fazer uma campanha grande, com o governo, com o setor, com os bancos”, diz Sólon. Para se candidatar ao P-Fies, o estudante tem que dizer, na hora da inscrição, que tem interesse na modalidade. Ele precisa preencher um questionário, que será encaminhado para a análise e aprovação dos bancos.

Curso na área de Educação
O Centro Universitário Celso Lisboa promove, em julho, o novo curso ‘Formação Vivencial em Metodologias Ativas’. Desenvolvido em parceria com a INOVEDUC Folha Dirigida, o curso oferece uma visão prática sobre as metodologias ativas, por meio da vivência de diferentes métodos tanto no papel de educando quanto no de professor-mediador. As aulas têm início no dia 14 de julho. Mais informações pelo telefone 3289-4747 ou pelo site celsolisboa.edu.br.

SISU.
Inscrições no Sisu do segundo semestre de 2018 começam na próxima terça-feira. Serão ofertadas 57.271 vagas em 68 instituições. Pode disputar quem fez o Enem 2017 e obteve nota acima de zero na redação

Fonte: O Dia – IG

Deixe um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.